Nem todo mundo nasceu para ser Trader

O conteúdo abaixo foi retirado do Blog do colega e Trader Pedro Stacanti, uma realidade para poucos mas que é necessária ser lembrada, darei uma breve iniciação contando duas histórias verídicas e trágicas.
Quando conheci a minha esposa lembro que logo no início do namoro ela veio apavorada falando “Marcus, minha amiga dos EUA tem um marido Trader e eles perderam tudo na bolsa. Eles perderam mais de 200 mil dólares” – então eu respondi …mas eu sei o que estou fazendo tenho muito tempo nisso sou estudado e batizado… Ela com um olhar de medo e falou mas o marido da minha amiga tinha estudado vários livros só fazia isso e faliu, eles perderam tudo!!!. Ela está me pedindo para eu não deixar você fazer isso pois foi traumatizante para eles.
Isso deve ter pelo menos uns 6 anos hoje ela é mais tranquila, mas sempre que comento “perdi dinheiro na bolsa” ela fica bem preocupada.
Em julho de 2013 numa festa conversando com uns convidados descobri que existiu um parente de uma das famílias que o rapaz trabalhava num banco estrangeiro nos EUA foi mandado embora e resolveu viver como trader independente e passou de de rico para pobre, operando na bolsa.
A história se sintetiza em duas tragédias uma aonde o trader independente conta que perdeu tudo o que tinha operando na bolsa e sem recursos para fazer trader, convenceu a família a deixá-lo como gestor dos investimentos e conseguiu dessa vez dar fim ao patrimônio da família toda. Ele era operador de bolsa, trabalhou em banco nos EUA e mesmo assim, tomou um GAME OVER na bolsa de valores.

Porque essas coisas acontecem… vocês acham que os livros ensinam a ter sucesso na bolsa? os fundamentalistas talvez… mas isso vai depender mais do bom senso e da forma como se aprende e aplica essas informações.
Quando alguém de corretora vem falar ”tenho registro X”,  ”opero há mais de Y anos” tenha sempre um pouco de cautela porque ele pode se transformar em mais um personagem de histórias como as contadas acima. 
O mínimo que posso recomendar é de não operar empresas pré operacionais, não opere empresas com graves problemas financeiros, não opere empresas muito alavancadas (se você não sabe o que é isso é melhor nem entrar na bolsa).
Tem que ter paciência ou você em um ano pode detonar todo o capital acumulado em décadas de trabalho.

Daqui em diante as palavras são do nobre amigo Pedro Stacanti.

Nem todo mundo nasceu para ser Trader.
Acredito fortemente nessa afirmação e não vejo problema nenhum nisso, não considero um pensamento arrogante ou preconceituoso.
Nem todo mundo nasceu para ser atleta, nem todo mundo nasceu para ser médico, eu não posso ver sangue que já fico apavorado, imagina só um médico assim?! Eu tentei ser jogador durante anos e com 16 anos quando encerrei minha “carreira” tinha a certeza que não nasci para aquilo, não tinha algumas características imprescindíveis para ser um tenista, não sinto que sou menos do que alguém por isso, simplesmente não nasci para ser jogador de tênis. Vejo 2 motivos principais: tinha dificuldade em acreditar em mim contra adversários mais bem ranqueados ou favoritos, e o que mais importa, não estava disposto de abrir mão de ter uma adolescência normal para me sacrificar pelo esporte. Todo grande esportista teve que fazer essa opção, abrir mão de uma infância e juventude “normal” para se dedicar ao seu esporte, eu percebi que não estava disposto a isso. Portanto não vejo problema nenhum em aceitar que nem todos nasceram para ser Traders.

Como em qualquer outra atividade para ser Trader a pessoa precisa de certas “qualidades”. Ainda que seja difícil mensurar exatamente que qualidades são necessárias para um bom Trader com certeza disciplina, alta capacidade de concentração, frieza, persistência, paciência e controle emocional estão entre elas.

Esse post é uma reflexão que vem para completar uma antiga postagem em que eu falo da necessidade de se tratar o trabalho como Trader da mesma forma que outra atividade qualquer, com o mesmo “respeito”. Segue o link caso queiram ler – http://stancatitrader.blogspot.com.br/2013/03/a-ilusao-da-bolsa.html

O caminho para se tornar um Trader é longo e muito duro, como qualquer profissão, e meu objetivo aqui não é desencorajar ninguém, mas acho muito importante ter a consciência de que esse negócio não é fácil e das possibilidades que existem.

Um Trader pode atuar de diversas maneiras e cada uma delas exige mais de você em algum aspecto. Um Day Trader que opera Índice Futuro no gráfico de 3 minutos com muito sucesso pode migrar para um gráfico mais lento e ter dificuldades, da mesma forma alguém que opera opções a seco no Day Trade pode ter dificuldade ao tentar operar ações e um especialista em Trend Following (seguir tendências) pode sofrer com estratégias de volatilidade, nenhum Trader é bom em tudo e você não vai ser o primeiro, por mais que o primeiro contato com o mercado e algumas armadilhas possam sugerir isso.

Em resumo quero dizer que é importante entrar nesse mercado consciente de que não se torna um bom Trader do dia para a noite, que existem diversas formas de operar e que esse negócio não é para todo mundo. Digo isso porque quando ao conversar com Traders experientes quando estava começando enxerguei melhor todas as possibilidades ao levar um “balde de água fria”. A maioria das pessoas que entra no mercado e tem tempo livre quer logo de cara operar Day Trade, de preferência em gráficos muito curtos. A minha dica é: não vá com sede ao pote, comece devagar, com pouco dinheiro, se permita conhecer melhor o mercado antes de acreditar que precisa operar Day Trade super alavancado e ainda por cima ter resultados logo de cara, você não vai ter!! Respeite o mercado, se você quebrar ele vai continuar existindo do mesmo jeito.

O mercado é sedutor, a busca por altos retornos, pessoas mau intencionadas, falsas ilusões que se criam no primeiro contato com esse negócio, a falta de conhecimento do dia a dia no mercado e outros diversos fatores são responsáveis por cativar as pessoas, fazer com que sintam que é questão de tempo até estarem ganhando muito dinheiro, em outro post vou falar com detalhes sobre esses sentimentos dos novos “Traders”. Eu quero justamente fazer o contrário, colocar “medo” em quem entra no mercado, acho que o tempo de sobrevivência na Bolsa seria muito maior se as pessoas tivessem maior consciência de como tudo isso funciona. E o resultado seria mais gente com fôlego para entender melhor seu perfil, operar da maneira que se sente mais confortável e conseguir melhores resultados. Os que não “nasceram para isso” também chegariam a essa conclusão menos machucados (ou perdendo menos dinheiro) e no tempo certo. O que acontece hoje é que muita gente sai da bolsa não porque não tinha perfil para isso mas porque não teve tempo de “maturação” para passar por todas etapas até tornar um operador consistente.

Grande abraço a todos!
Postado por Pedro Stancati (pedro.stancati@hotmail.com)
http://stancatitrader.blogspot.com.br/2013/10/nem-todo-mundo-nasceu-para-ser-trader.html
quarta-feira, 2 de outubro de 2013 às 17:55

 

 

– Ductor Marcus –

Inscreva-se nas minhas redes sociais.
Instagram CoachInvestimentos: https://instagram.com/coachinvestimentos
YouTube: https://www.youtube.com/user/DuctorMarcus
Canal Twitter: https://twitter.com/DuctorMarcus
FaceBook: https://www.facebook.com/momento.economico

Ductor Marcus

Advogado Tributarista, Teólogo e Trader com mais de 20 anos de experiência no Mercado Financeiro. Todo o conteúdo desse site baseia-se exclusivamente na opinião dos escritores não fazendo qualquer tipo de recomendação de investimento. Não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos ou incidentais), custos e lucros cessantes. Este site é mantido em conformidade com a Constituição Federal de 1988 no seu Art. 5°, IX : "É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;"

2 thoughts to “Nem todo mundo nasceu para ser Trader”

Contribua com o aperfeiçoamento deste site, deixe um comentário (SEU COMENTÁRIO PODE SER ANÔNIMO)