CVM investiga se houve vazamento de informações na oferta de ações da Oi

Segundo Valor Econômico a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) entrou com uma investigação de modo a apurar se houve um vazamento de informação dentro da Oi sobre a aplicação de € 897 milhões feita pela Portugal Telecom em ‘commercial papers’ da Rioforte.

No portal infomoney foi publicado a seguinte matéria:

SÃO PAULO – Segundo o Valor Econômico, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) entrou com uma investigação de modo a apurar se houve um vazamento de informação dentro da Oi (OIBR4) sobre a aplicação de € 897 milhões feita pela Portugal Telecom (PT), em ‘commercial papers’ da Rioforte. A holding do Grupo Espírito Santo encontra-se atualmente em recuperação judicial. A Oi fez uma captação de R$ 8,2 bilhões no mercado para a sua reestruturação e para a fusão com a PT, sem que os papéis da Rioforte fossem conhecidos pelos investidores. Se os reguladores descobrissem que algum administrador da Oi tinha conhecimento da aplicação na Rio Forte, poderia se configurar a fraude. A operação levou à perda integral do valor emprestado ao Grupo Espírito Santo, quase R$ 3 bilhões. Caso se confirma que algum administrador tinha conhecimento da aplicação na Rioforte, a investigação pode se resultar no primeiro processo de fraude em uma oferta pública de ações no Brasil. O trabalho está sendo feito em conjunto com a SEC (Securities and Exchange Comission) e a Comissão de Mercados e Valores Mobiliários de Portugal também participa das investigações. Caso seja comprovado o caso, a veracidade das informações a respeito da Oi e da PT oferecidas aos investidores no prospecto da oferta de ações estaria comprometida.

Ductor Marcus

+20 anos no Mercado Financeiro possui MBA em Finanças com Ênfase em Mercado de Capitais, é Advogado Tributarista, Teólogo e Professor. Pode ser encontrado diariamente no Twitter publicando comentários relevantes sobre o Mercado Financeiro e das Criptomoedas. ---- AVISO --- Todo o conteúdo desse site baseia-se exclusivamente na opinião dos escritores não fazendo qualquer tipo de recomendação de investimento. Não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos ou incidentais), custos e lucros cessantes. --- Legislação --- Este site é mantido em conformidade com a Constituição Federal de 1988 no seu Art. 5°, IX : "É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;"

Deixe um comentário.