Notícia Relevante OIBR Exercício de Voto

SAO PAULO, March 26, 2014 /PRNewswire/ — Oi S.A. (“Oi” or the “Company”, BM&FBovespa: OIBR3, OIBR4; NYSE: OIBR and OIBR.C) in accordance with article 157, paragraph 4 of Law No. 6,404/76 (the “Brazilian Corporations Law”) and CVM Instruction No. 358/02, and in furtherance of the Material Facts dated as of October 2, 2013 and February 20, 2014, notifies its shareholders and the market in general that as of the date hereof, Oi became aware of the decision issued by the Collegiate of the Brazilian Securities and Exchange Commission (“CVM”) regarding the appeal filed by Oi in connection with (i) the exercise of voting rights in relation to the agenda of the general shareholders’ meeting called for March 27, 2014 regarding the valuation report of assets to be contributed by Portugal Telecom SGPS, S.A. (“Portugal Telecom”) and (ii) the possibility of exercising of withdrawal rights by Oi’s common shareholders dissenting from the resolution regarding the merger of Oi’s shares by Telemar Participacoes S.A. (“CorpCo”), subject to approval at a shareholders’ meeting in the future.

Exercise of Voting Rights at the General Shareholders’ Meeting of March 27, 2014

In connection with the exercise of voting rights, the Collegiate of CVM confirmed Oi’s understanding that, except for the shareholders, Portugal Telecom and its controlled company, Bratel Brasil S.A., there is no impediment to the exercise of voting rights by the other shareholders of Oi, including CorpCo and its subsidiary, Valverde Participacoes S.A., in relation to the agenda for the general shareholders’ meeting regarding the valuation report of assets to be contributed by Portugal Telecom to the Company.

Withdrawal Rights

In connection with the withdrawal rights, the Collegiate of the CVM confirmed Oi’s understanding that the requirements of liquidity and a disperse shareholder base set forth by article 137, II, of the Brazilian Corporations Law, shall be verified upon the shareholders’ meeting triggering the withdrawal rights (i.e., at the time of the shareholders’ meeting to approve merger of Oi’s shares by CorpCo), so that the common shares issued by Oi are not entitled to such rights considering it will have a disperse shareholder base at the time of the general shareholders’ meeting deciding on the merger of Oi’s shares by CorpCo.

Finally, the Company confirms the shareholders’ meeting called for March 27 at 10 a.m. in its headquarters.

Oi will keep its shareholders and the market informed of any other material subsequent events related to the Transaction.

Rio de Janeiro, March 26, 2014.
Bayard De Paoli Gontijo
Chief Financial Officer and Investor Relations Officer
Oi S.A.
SOURCE Oi S.A.

 

 

– Ductor Marcus –

Inscreva-se nas minhas redes sociais.
Instagram CoachInvestimentos: https://instagram.com/coachinvestimentos
YouTube: https://www.youtube.com/user/DuctorMarcus
Canal Twitter: https://twitter.com/DuctorMarcus
FaceBook: https://www.facebook.com/momento.economico

Ductor Marcus

Advogado Tributarista, Teólogo e Trader com mais de 20 anos de experiência no Mercado Financeiro. Todo o conteúdo desse site baseia-se exclusivamente na opinião dos escritores não fazendo qualquer tipo de recomendação de investimento. Não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos ou incidentais), custos e lucros cessantes. Este site é mantido em conformidade com a Constituição Federal de 1988 no seu Art. 5°, IX : "É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;"

7 thoughts to “Notícia Relevante OIBR Exercício de Voto”

  1. O cenário está feio!!! A paciência tem que ser a minha maior virtude. Até ao aumento de capital espera-se que a OI esteja sobre pressão. Concorda?

    1. Os brasileiros estão perdidos ao ponto de descolarem a oibr4 brasil da oibr adr nos EUA. Hoje a noite saiu a notícia de que a CVM autorizou a realização da oferta necessária para a conclusão da fusão entre a companhia e a Portugal Telecom.
      Muita especulação enquanto essa fusão não acontecer vai ficar nisso.
      Abraço e Sucesso!

    1. Mas continuam as incertezas, dos dois lados do Atlântico, quando será o fundo na OI?
      Pensei que seria a 3,50, depois 3,20 e nem a 3 aguentou…a estes valores não será difícil uma OPA, mesmo que a fusão esteja próxima…e talvez seja melhor a curto/médio prazo (pelo menos).

  2. Notícia fesquinha…

    CVM suspende oferta de ações da Oi após presidente dar declarações à imprensa

    Companhia afirmou que irá prestar os devidos esclarecimentos à autarquia para resolver o problema
    SÃO PAULO – A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) suspendeu na noite desta quinta-feira (27), por até 30 dias, a oferta primária de ações da companhia, fundamental para a conclusão da fusão da companhia com a Portugal Telecom. Segundo a CVM, a decisão ocorreu por causa de publicação de “matérias jornalísticas publicadas na data de ontem nos websites Exame.com, R7 Notícias e Estadão.com.br”.

    Um dos fatores que pesou na decisão foram as declarações do presidente da Oi, Zeinal Bava, à imprensa sobre a oferta na véspera, o que não é permitido pela legislação até o seu encerramento, afirmou a autarquia. Na véspera, a Oi promoveu entrevista à imprensa sobre serviços de televisão por assinatura. O executivo foi questionado por jornalistas sobre o andamento da fusão e afirmou que a união das empresas trazia vantagens.

    Em fato relevante, a Oi afirmou que “apresentará os devidos esclarecimentos à CVM na maior brevidade possível, e buscará sanear qualquer eventual irregularidade a fim de retomar o curso da oferta”.

    A suspensão ocorreu dois dias depois da própria CVM ter aprovado o prosseguimento da operação ao permitir a participação dos acionistas controladores da Oi em assembleia realizada nesta quinta-feira. Os acionistas aprovaram o aumento de capital de R$ 8 bilhões a R$ 14 bilhões, que inclui a oferta de ações, e laudo de avaliação de ativos da Portugal Telecom que serão usados na fusão.

    Com Reuters

  3. Estamos juntos nesta fusão, mas enquanto não houver definição sobre o aumento de capital a OI (e um pouco a PT) sofrerá enorme volatilidade. Concordo em pleno com o Bava sobre as enormes sinergias potenciais e a longo prazo a probabilidade de sucesso é quase 100%.

Contribua com o aperfeiçoamento deste site, deixe um comentário (SEU COMENTÁRIO PODE SER ANÔNIMO)